Política

PF cumpre mandado de busca e apreensão em endereços ligados à família de Aécio Neves

Polícia Federal cumpre nesta quinta-feira (20) três mandados de busca e apreensão em endereços ligados à família do senador Aécio Neves (PSDB), que foi diplomado deputado federal nessa quarta-feira (19),em cerimônia no Palácio das Artes, na Região Central de Belo Horizonte, nove dias fazer buscas em imóveis do senador e de sua irmã, Andrea Neves.

Trata-se da segunda fase da Operação Ross, que investiga o recebimento de vantagens indevidas do grupo J&F,entre os anos de 2014 e 2017.

Um dos locais é a casa da mãe do parlamentar, na Região Centro-Sul, um outro imóvel pertencente ao primo do senador, Frederico Pacheco, além de uma empresa de comunicação, que seria de Pacheco em sociedade com a jornalista Andrea Neves.
O principal objetivo, de acordo com a Polícia Federal, é coletar elementos que podem indicar lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Entenda

A  Operação Ross trata-se um desdobramento da Operação Patmos, iniciada pela PF em maio de 2017. Os valores investigados ultrapassam os R$ 100 milhões e podem ter sido utilizados também para a aquisição de apoio político.
Segundo o Ministério Público Federal (MPF), em troca dessa quantia, Aécio teria prometido favorecimentos em um possível governo presidencial (2015 a 2018) e influência junto ao governo estadual de Minas Gerais, com o objetivo de viabilizar a restituição de créditos tributários.
A PF chamou a operação de Ross devido a referência a um explorador britânico que dá nome à maior peça de gelo do mundo, situada na Antártida, aludindo às notas fiscais frias que estão sob investigação.

Fonte: Ceará Agora

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close