Política

Conclusão da transposição das águas do Eixo Norte do rio São Francisco fica para 2020

O motivo do adiamento é o atraso no repasse de recursos pelo Governo Federal e a dívida de R$ 40 milhões com construtoras.

Não anda! A conclusão da transposição das águas do Eixo Norte do Projeto de Integração do rio São Francisco para o Ceará não será mais neste ano. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) o prazo foi estendido para o fim de 2020. O motivo do adiamento é o atraso no repasse de recursos pelo Governo Federal e a dívida de R$ 40 milhões com construtoras. Atualmente as obras encontram-se 58% concluídas.

Responsável pelas obras, a Secretaria de Recursos Hídricos (SRH) publicou no último dia 16 uma ordem de paralisação do contrato de 48 meses firmado com a empresa A&R Arqueologia, Consultoria e Produção Cultural Ltda. A justificativa é a insuficiência de recursos para pagamento do contrato de R$ 2,2 milhões.

Conforme a Secretaria, desde fevereiro deste ano o MDR não disponibiliza os recursos para custeio das mediações dos serviços referentes às obras do Cinturão das Águas do Ceará, resultando em paralisação da execução do projeto que será responsável por distribuir as águas da transposição do São Francisco, inclusive para o açude Castanhão, maior reservatório do Estado

O Eixo Leste do Projeto de Integração do rio São Francisco está em pré-operação desde 2017 e já abastece mais de 1 milhão de habitantes em 38 cidades de Pernambuco e da Paraíba, sem custo aos governos estaduais.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close