Ceará

Ceará contabiliza 353 suspeitos presos por atos criminosos

O número de criminosos apreendidos no Ceará suspeitos por participação na maior onda de ataques da história do Estado já chega a 353, segundo dados mais recentes divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O balanço foi feito até as 17 horas desse domingo (13).

Até ontem, 12º dia seguido de ataques, também foram transferidos 39 chefes de grupos criminosos para presídios federais. A polícia localizou e apreendeu cinco toneladas de explosivos em um depósito clandestino.

O governador Camilo Santana sancionou na manhã deste domingo (13), no Palácio da Abolição, as novas leis de enfrentamento à violência e ao crime organizado, aprovadas ontem em sessão extraordinária na Assembleia Legislativa. O pacote de medidas já foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE) e passa a valer de imediato.

Mauro Albuquerque defende que presídios sejam locais para recuperação de presos

O policial civil Luís Mauro Albuquerque está no epicentro da maior crise de segurança pública do Ceará, que já dura mais de 10 dias. Ao tomar posse como secretário de Administração Penitenciária, no último dia 1º de janeiro, Albuquerque fez duras declarações contra o crime organizado no estado. Disse que não reconheceria a atuação das facções criminosas e que acabaria com a separação desses grupos por presídios no estado.

Com informações de Ceara Agora

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close