BrasilPolicial

Brasil registra 1 caso de agressão a mulher a cada 4 minutos, aponta pesquisa

No ano passado, foram registrados mais de 145 mil casos de violência física, sexual, psicológica e de outros tipos em que as vítimas sobreviveram.

Os dados sobre a violência contra a mulher são cada vez mais alarmantes. O Ministério da Saúde registra que, no Brasil, a cada quatro minutos, uma mulher é agredida por um homem e sobrevive.

No ano passado, foram registrados mais de 145 mil casos de violência física, sexual, psicológica e de outros tipos em que as vítimas sobreviveram.

A conclusão desses dados inéditos do Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação) está, nesta segunda-feira (9), em uma reportagem do Jornal Folha de São Paulo. A reportagem analisou 1,4 milhão de notificações recebidas de 2014 a 2018.

O número não inclui as mulheres assassinadas, já que elas não são objeto do mesmo tipo de notificação. Segundo o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), em 2017 houve 4.396 assassinatos de mulheres no país. Muitos desses casos aconteceram na Grande Fortaleza e no Interior do Ceará.

As mulheres, jovens, adolescentes, namoradas, esposas, companheiras, não podem, nem devem aceitar xingamentos, agressões verbais, nem físicas. Os primeiros sinais de ataques de fúrias por parte de agressores devem ser comunicados à Polícia. É o caminho para proteção da própria vida e da vida dos seus filhos e familiares.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close