Home Destaques Aliança PDT-PT no CE está consolidada, diz deputado Leônidas Cristino ao Alerta Geral

Aliança PDT-PT no CE está consolidada, diz deputado Leônidas Cristino ao Alerta Geral

10 min read

As articulações para a definição de pré-candidaturas à Presidência da República e ao Governo do Ceará avançam em meio a agitação dos deputados, devido a abertura da janela partidária. As lideranças e os dirigentes dos partidos ampliam conversações na busca de coligações, tanto no cenário estadual quanto nacional.

Aliado do governador Camilo Santana (PT), o PDT vem realizando uma série de encontros regionais no Ceará para fortalecer as ações que garantem ao partido eleger um bom número de deputados estaduais e federais, além de objetivar também chegar ao segundo turno das eleições presidenciais, com o ex-governador do Estado e ex-prefeito de Fortaleza, Ciro Gomes, oficializado nessa quinta-feira, 8, na Executiva Nacional do partido, como pré-candidato da legenda.

Em entrevista à edição desta sexta-feira, 9, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 103.4 – Expresso Grande Fortaleza + 24 emissoras do Interior), o deputado federal Leônidas Cristino, integrante da banda do PDT na Câmara dos Deputados, disse que Ciro “está no caminho certo, visitando, conversando e debatendo com as universidades, sindicatos, trabalhadores e com aqueles que tem um pensamento positivo quanto ao futuro do nosso País”.

O deputado federal ressaltou que o PDT está otimista quanto a ida ao segundo turno das eleições com Ciro, que, na avaliação de Leônidas, agora terá uma condição melhor de expor seus pensamentos e ideias para o desenvolvimento do Brasil. “Enquanto Ciro tiver condições e visibilidade, ele vai ser uma opção importante para a eleição deste ano”, disse o parlamentar.

O presidenciável Ciro Gomes apareceu com 7% das intenções de voto na última pesquisa divulgada pelo Instituto Datafolha, em janeiro passado. O número aumenta para 12% em um cenário com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fora da disputa.

Vale lembrar que Lula foi condenado em 2ª instância pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP), o que o torna inelegível pela Lei da Ficha Limpa. Caso Lula não consiga se candidatar este ano, Ciro Gomes é apontado como um dos “herdeiros” de parte dos eleitores do ex-presidente.

Para Leônidas Cristino, há esperanças em um aproximação no plano nacional do PT com o PDT em prol de Ciro, mas, de acordo com o parlamentar, “a possibilidade de o PT não ter candidatura este ano à Presidência da República é quase zero”, explicou. O deputado lembrou, entretanto, que Ciro Gomes esteve ao lado do PT por 16 anos, assim como o PDT. “Fizemos política junto ao PT desde eleições municipais até Governo do Estado”.

Aliança PDT-PT no Ceará

Indagado se o PDT iria apoiar a reeleição do governador Camilo Santana (PT) neste ano, Leônidas afirmou que o “O PDT já fechou questão no Estado do Ceará e apoiará a reeleição” e que a situação “já foi resolvida”.

O parlamentar destacou que as conversas entre os partidos, no âmbito estadual, agora serão pautadas nas alianças em relação a outros cargos majoritários, como o de vice-governador, e nas duas vagas que o Estado tem direito ao Senado, além de depois se fazer necessária “uma articulação para elaborar um arco de alianças, principalmente, para a eleição proporcional para deputado estadual e federal”.

Leônidas destacou ainda o desejo do PDT de ter Cid Gomes como candidato da legenda ao Senado Federal. Segundo o deputado pedetista, Cid tem “potencial eleitoral, além de ser muito querido pela população”. Leônidas ainda acrescenta que “Cid, como candidato ao Senado, vai ajudar substancialmente na reeleição de Camilo, vai ajudar a nós candidatos à Câmara dos deputados, como também vai melhorar a condição de votação do Ciro aqui no Estado do Ceará”.

Aliança com MDB

Sobre uma possível aliança MDB-PT-PDT, Leônidas comentou que os partidos conversaram, mas não de forma definitiva e apenas no âmbito administrativo. Segundo o parlamentar, “o que acontece hoje é uma conversa com relação ao desenvolvimento do Estado do Ceará”.

O Estado, conforme explicou o integrante da bancada do PDT na Câmara, possuía empréstimos emperrados em Brasília que, com a ajuda do senador e presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (MDB), foram liberados, possibilitando que o governador Camilo Santana e prefeitos do Ceará – incluindo o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio – pudessem investir na infraestrutura estadual.

Leônidas finaliza que uma definição sobre uma possível aliança entre os três partidos só será, de fato, debatida nas convenções dos partidos, marcadas para 20 de julho. “Muitas conversas ainda vão acontecer. Então, vamos esperar o que vai ocorrer no nível federal e, a partir daí, nós vamos conversar com as lideranças dos partidos para que possamos apurar qual o melhor caminho para o PDT, com relação a essa condição (de apoio) junto ao MDB”, disse.

Ceara Agora

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por admin
Carregar mais em Destaques

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verifique também

ASSALTANTES PRESOS PELA POLÍCIA MILITAR NA CIDADE DE IPUEIRAS

Policia Militar de Ipueiras prendeu ontem “domingo” dupla que assaltaram na zo…