Mundo

Acidente aéreo no Paquistão deixa mortos

Avião militar caiu em área residencial da cidade de Rawalpindi, perto da capital Islamabad. Equipe de resgate já localizou 17 corpos, sendo 12 de civis; 12 pessoas ficaram feridas.

Ao menos 17 pessoas morreram na queda de um avião militar em uma área residencial da cidade paquistanesa de Rawalpindi, perto da capital Islamabad, nesta terça-feira (30), segundo um oficial da equipe de resgate.

“Recebemos 17 corpos, incluindo o de 12 civis e de cinco membros da tripulação. Doze pessoas ficaram feridas”, disse Farooq Butt, porta-voz dos serviços de resgate.

O acidente ocorreu durante a noite, na periferia da cidade de Rawalpindi, sede do poderoso Exército paquistanês.

A zona foi rapidamente isolada pelas forças de segurança, enquanto dezenas de ambulâncias circulavam pela região.

O Exército informou que o acidente envolveu um avião de instrução que realizava uma “missão de rotina”, e confirmou que a bordo estavam cinco tripulantes, incluindo os dois pilotos.

Os feridos foram levados para hospitais e o incêndio foi controlado.

Destroços da aeronave, com o símbolo do Exército na parte traseira, podiam ser vistos entre dois prédios pequenos enquanto o pessoal de resgate e militares isolavam a área.

Uma multidão se reuniu no local, e muitos choravam a perda de parentes, como um idoso, Kala Khan, que lamentava a perda do filho.

Um morador local contou à AFP que o acidente ocorreu por volta das 20 horas.

“Estava dormindo quando um forte barulho de explosão me acordou. Saí da minha casa e vi chamas enormes. Corremos até o local e havia pessoas gritando”, disse Mohamad Sadiq, que mora na região há cerca de 50 anos.

“Os vizinhos tentaram ajudar, mas as chamas eram muito altas e o fogo, muito intenso, e assim não pudemos fazer nada. Entre os mortos há sete membro de uma mesma família, e a maioria morreu por queimaduras”, declarou Sadiq.

“Acordei quando o avião passou sobre o meu quarto e já estava em chamas no ar. O barulho era ensurdecedor”, revelou outro morador da zona, Ghulam Khan. “Depois caiu sobre uma casa na qual vivia uma família”.

O Paquistão registrou vários acidentes aéreos nos últimos anos, envolvendo tanto aviões como helicópteros.

Em 2016, um avião da Pakistan International Airlines pegou fogo após um de seus motores entrar em pane quando viajava de uma zona remota do norte do Paquistão para Islamabad, provocando a morte de mais de 40 pessoas.

Em 2010, um Airbus 321 operado pela companhia Airblue que havia decolado de Karachi caiu nos arredores de Islamabad, matando 152 pessoas.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Close
Close

Adblock detectado

Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios