Ceará

20 reservatórios no Ceará atingiram a capacidade máxima

A preocupação persiste no restante do Estado, com 87 açudes abaixo dos 30% de capacidade

Vinte reservatórios no Ceará atingiram a capacidade máxima e estão sangrando. Na última semana, a Barragem do Batalhão, em Crateús, atingiu sua média, assim como os açudes Gangorra, em Granja, e Gomes, em Mauriti. Os dados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) indicam ainda que outros 26 reservatórios estão acima dos 90% de capacidade.

Mesmo com o alívio na região, a preocupação persiste no restante do Estado, com 87 açudes abaixo dos 30%. Entre eles, o Castanhão, responsável pelo abastecimento de municípios do Vale do Jaguaribe e da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), que atingiu apenas 3,2% da sua capacidade.

O acude Orós, da bacia do Alto Jaguaribe, está com 4,87% e o Banabuiú, na bacia de mesmo nome, apresenta 6,15%.

As precipitações em fevereiro excederam o esperado para o mês em apenas 18 dias. Ainda na pré-estação, em janeiro, o resultado também ficou acima do normal para o mês.

Confira os reservatórios que estão sangrando no Ceará:

Itaúna (101,5%)

Gangorra (101,2%)

Tucunduba (110,32%)

Diamantino I I (106%)

Várzea da Volta (110,5%)

Jenipapo (103,2%)

Sobral (103,9%)

Acaraú Mirim (110,3%)

São Vicente (102,1%)

São Pedro Timbaúba (108,7%)

Quandú (102,2%)

Gamaleira (104,6%)

Itapebussu (117,7%)

Germinal (100,09%)

Acarape do Meio (100,3%)

Tijuquinha (100,2%)

Barragem do Batalhão (100,05%)

Colina (101,9%)

Calderões (103,9%)

Gomes (100,7)

O Povo

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • bitcoinBitcoin (BTC) $ 6,665.78 5.66%
  • ethereumEthereum (ETH) $ 137.80 4.29%
  • rippleXRP (XRP) $ 0.177100 3.04%
  • bitcoin-cashBitcoin Cash (BCH) $ 227.90 4.65%
  • bitcoin-cash-svBitcoin SV (BSV) $ 171.12 5.05%
  • cardanoCardano (ADA) $ 0.031798 6.48%
  • moneroMonero (XMR) $ 49.20 4.83%
  • dashDash (DASH) $ 66.30 3.05%
Close

Adblock detectado

Por favor, considere nos apoiar, desativando o seu bloqueador de anúncios